quarta-feira, 2 de setembro de 2009

A Mulher Maravilha

Hoje eu estava lendo a matéria abaixo, tirada do site dO Globo e percebi uma coisa:
Nós estamos buscando o ideal da Mulher Maravilha. É sim!




Bom, primeiro, segue o texto tirado na íntegra do jornal:

(começo)
Se mesmo seguindo a dieta à risca e fazendo exercícios religiosamente o ponteiro da balança não mexe, não entre em desespero. Segundo a psicoterapeuta Pat Thomas, colaboradora da revista "The Ecologist", nem sempre o excesso de peso é culpa de quem engordou. Muitas vezes, desequilíbrios hormonais e doenças crônicas alteram o metabolismo. Remédios, comidas light ou diet, alergias, pesticidas e até mesmo o ar condicionado também podem facilitar o acúmulo de gordura ou frear o processo de emagrecimento. No recém-lançado livro "O século 21 está deixando você gorda" (Ed. Larousse), ela revela alguns inimigos ocultos da balança e sugere as formas de superá-los. Confira a lista de alguns dos vilões citados pela autora:

Ar condicionado: Quando o ambiente está quente ou frio demais, o organismo gasta mais calorias para regular sua temperatura interna. Se todo dia a temperatura é igual, o corpo queima menos calorias. Ao longo dos anos, isto pode resultar em quilos a mais.

Remédios: Antibióticos, antidepressivos, antipsicóticos, anti-hipertensivos, anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal (TRH) são apenas alguns dos medicamentos que podem fazer o organismo acumular alguns quilinhos. O ganho de peso acontece por vários motivos. Alguns remédios interferem com a qualidade do sono e aumentam a fome, outros aumentam o cansaço e diminuem a disposição para os exercícios, e a maioria favorece a retenção de líquidos. Se o ganho de peso foi expressivo (mais de três quilos em um mês), o ideal é conversar com um médico.

Excesso de comidas dietéticas: Além de ricos em corantes, adoçantes e outros aditivos químicos, a maioria dos diet e light não tem o mesmo sabor que o original. Criam uma insatisfação crônica e podem detonar compulsões alimentares. Corantes e adoçantes também estão associados à retenção de líquidos.

Calorias químicas:Pesticidas e substâncias tóxicas encontradas em plásticos, tintas, produtos de limpeza, tapetes e colchões podem, ao longo dos anos, afetar os sistemas endócrino e imunológico, causando alergias e intolerâncias alimentares. A recomendação da autora é evitar produtos com ftalatos, bisfenol A, benzoapireno, solventes (incluindo acetona) e produtos polibrominatados (com proteção para retardar o avanço de chamas).

Alergias: A inflamação crônica causada por alergias alimentares ou respiratórias pode diminuir a eficácia com que o corpo metaboliza gorduras. Além disso, aumentam a retenção hídrica. Latícinios, soja, glúten, enlatados, corantes amarelos, sulfitos, frutos do mar e amendoim são os responsáveis pela maioria dos casos de alergia alimentar.

Noites mal dormidas: A falta de sono aumenta o apetite, pois altera o funcionamento de dois hormônios que regulam a fome e a saciedade. Também pode causar a resistência à insulina, quadro que aumenta a fome, dificulta a perda de peso e pode causar diabetes e doenças cardiovasculares.

(fim)

O ideal da Mulher Maravilha diz respeito à fórmula-clichê da moça boa profissional, boa de copa, cozinha, etc e que, quando roda a bahiana, ainda fica um mulherão só vestindo um maiozinho vermelho e azul.

Este blog está parecendo um informe sobre o ultrage feminista, mas nem é isso, não. É que eu não consigo deixar de imaginar porque o título do livro mencionado no artigo não é "O século 21 engorda as pessoas"? Por que ele está dexando você GORDA e não GORDO? O adjetivo só se refere ao feminino??? Homem não engorda? As véias deles não entopem? Eles não morrem de doenças relacionadas ao excesso de peso?

Oooooooou será que só as mulheres se incomodam e são cobradas por seu (excesso de) peso???

4 comentários:

Isa Biondo disse...

Olá, sou do grupo de ponto cruz e vim
te fazer uma visita.... adorei este artigo... mas chego a conclusão de que nós mulheres que arrumamos pra nossa cabeça... nós nos cobramos e nos desdobramos pra algo que só existe na nossa cabeça... Vc acha que alguma mulher já deixou de conquistar um homem por causa de uns kilos a mais? Ou uma celulite?? Tudo coisa da nossa cabeça...rsss
Vou te seguir tá? Venha me visitar tb.... emboram eu blog só tenha alguns trabalhinhos... bjsss

Roberta disse...

Isaaaa!!!!

Obrigada pela visita!

Eu jogo no seu time: a gente se importa muito mais do que os outros...

Vou lá no seu blog!!!

Beijo!!!

Carla disse...

Bob, acho que a resposta está na sua segunda pergunta. De quando em quando, vejo "Uma família da pesada" e "American dad", no FX (o tal canal que dizem que é para o homem inteligente, mas que só tem besteira e seriado de segunda linha). Eles, tanto quanto os Simpsons, são ótimos termômetros dos tempos em que vivemos, mas já me enchi da cara amarela dos Simpsons e das idiotices do Homer, então, vão os do FX mesmo.

Bem, voltando ao papo, em "Uma família da pesada" há a velha fórmula de mulher bonitinha e marido balofo. No episódio que vi na semana passada, a mulher bonitinha saía comendo, comendo, comendo e, claro, engordando, engordando, engordando por causa de frustração. Sabe o que o marido balofo disse? Criticou-lhe a gordura. E quando ela respondeu que ele também não era nenhum Brad Pitt, o gorducho retrucou: "É, mas homem gordo, tudo bem, porque a gente bebe cerveja, come besteira, mas mulher tem de ser magrinha e bonita".

Eis a resposta às suas perguntas. Sim, o século XXI, pelo visto, só deixa gordas. Os gordos já vêm de antes e ninguém se importou quando, depois dos anos 70, eles começaram a embalofar.

Roberta disse...

Carlaaaaaaaa.

Escrever para mulher inteligente dá nisso: comentário inteligente no blog!!!!!

Eu adoro os seus comentários, muito embora eu não assista ao canal ou ao programa que você falou.

A minha crise existencial é que eu não quero ser cobrada o tempo todo, sabe? Eu gosto de comer minhas quinquilharias de vez em quando, que nem homem gosta de se encher de cerveja de vez em muito.

Sabe?